CATEGORIAS:

Aumentar vendasGestãoOperaçãoProdutosSem Categoria

A organização de estoque favorece o controle de mercadorias e evita prejuízos para o negócio. Mas, muitas vezes, proprietários e gerentes de lanchonete sentem dificuldades para fazer esse monitoramento, por desconhecimento das práticas mais eficientes.

Neste post, vamos esclarecer todas as dúvidas sobre o assunto e apresentar as estratégias ideais de controle de estoque. Dessa forma, você vai perceber as vantagens que essa prática pode oferecer ao negócio. Vamos conferir?

Importância da organização de estoque

Controlar e organizar os produtos é muito importante para a sustentabilidade de um empreendimento. E um dos motivos é que a prática favorece a manutenção do capital de giro, responsável por dar suporte às atividades da lanchonete.

Os produtos integram os ativos do capital circulante do estabelecimento, uma vez que podem ser liquidados com facilidade. Por isso, o estoque deve ser visto como um fator estratégico para o negócio, com o intuito de evitar prejuízos.

Afinal, a falta de um produto pode prejudicar as vendas e deixar os consumidores insatisfeitos. Já pensou se você oferece um pão de queijo ao cliente e depois percebe que não tem mais o item disponível? A organização de estoque ajuda você a evitar esse tipo de situação, bem como a estagnação dos itens no freezer.

Como fazer a organização de estoque de maneira adequada

Agora que você já sabe a importância de gerenciar bem os seus produtos, o que acha de conferir as dicas para organizá-los de maneira correta? Acompanhe!

1. Registre todos os produtos

É fundamental fazer um registro dos itens assim que eles forem entregues. Procure anotar o número de mercadorias e o custo unitário. Depois, é preciso identificar as saídas para conseguir fazer um gerenciamento adequado do estoque.

Esse trabalho favorece o controle dos produtos armazenados no estabelecimento e também a circulação de dinheiro. Se você registra a venda de cada congelado, por exemplo, sabe exatamente quantos itens ainda têm no freezer para serem vendidos. A prática também ajuda no monitoramento do dinheiro da empresa e na identificação das mercadorias que apresentam maior saída.

2. Organize os itens

Depois de registrar todas as mercadorias, é hora de armazená-las de maneira adequada. Os produtos congelados precisam ser colocados no freezer na temperatura indicada na embalagem.

Também é importante organizar os itens conforme a data de vencimento, deixando os que estão próximos do prazo mais à frente. Isso evita a perda de mercadorias e prejuízo para o negócio. Procure deixar os itens de categorias similares próximos uns dos outros para facilitar a identificação visual do volume estocado.

3. Faça controles periódicos

Determine uma data específica para verificar o estoque e monitorar o seu inventário. Essa iniciativa ajuda a identificar possíveis desvios nos registros e corrigi-los antes de perder o controle das finanças e do número de produtos disponíveis.

4. Defina um modelo de reposição

Há duas práticas comuns para a reposição do estoque: contínua e periódica. Entenda melhor a seguir.

Reposição contínua

Ela demanda uma aquisição mais frequente dos produtos. Isso favorece a manutenção de estoques menores e a redução dos custos oriundos da armazenagem. Essa pode ser uma excelente oportunidade de diminuir os altos investimentos em lanches de uma só vez e favorecer o giro de mercadorias.

Contudo, para a estratégia dar certo, você precisa contar com um fornecedor de confiança, que cumpra os prazos de entrega.

Reposição periódica

Esse modelo se baseia na realização de pedidos em datas definidas. A prática pode trazer certa facilidade para você, pois não exige uma preocupação constante com a solicitação de mercadorias.

O grande problema dessa metodologia para uma lanchonete é o risco de faltar produtos se houver um aumento nas vendas ou falta de um controle eficiente do estoque.

Lembre-se que estoque parado é dinheiro que não entra em caixa. Portanto, o ideal é a avaliar as características do seu negócio e conversar com o fornecedor para encontrar a melhor solução.

5. Negocie com o fornecedor

Tenha um diálogo aberto com o fornecedor e explique como funciona a sua demanda de produtos. Prefira os modelos de parceria, pois nesses casos o profissional poderá a ajudá-lo a fazer uma melhor organização de estoque.

O fornecedor também tem o interesse de vender os produtos, então, quando ele trabalha em forma de parceria, pode negociar preços e prazos de pagamento. Além disso, terá interesse em garantir a agilidade na entrega, para auxiliá-lo nas vendas.

Avalie também a qualidade dos produtos e a preocupação com um transporte adequado das mercadorias. Essas práticas garantem a segurança dos alimentos para a venda e a entrega de lanches saborosos aos clientes.

6. Realize promoções para liquidar o estoque

Muitas vezes, mesmo com o controle e a organização dos produtos, um estabelecimento não consegue fazer o giro de alguns lanches. A melhor maneira de evitar a perda de mercadorias é por meio de promoções relâmpago.

Identifique os itens que estão perto do prazo de vencimento e crie uma promoção especial. Você pode fazer combos para o café da manhã ou lanche da tarde, oferecer um preço mais acessível que pague os seus custos ou estimular a compra de “dois por um”.

Essa estratégia beneficiará você, gestor, e também os clientes, que poderão encontrar preços mais em conta.

Vantagens do controle e organização de estoque

Organizar os produtos pode dar um pouco de trabalho até você pegar a prática, mas isso pode gerar benefícios para o negócio. O principal deles é o aumento do controle financeiro, pois você passa a identificar a quantidade ideal de itens que precisa ter no estoque. Isso dá uma margem para você criar promoções e realizar ações diferenciadas sem afetar a saúde financeira da lanchonete.

Consequentemente, você percebe outro benefício: a redução de custos e prejuízos. Ao organizar o estoque e monitorá-lo com frequência, é possível identificar os itens que têm maior e menor saída e adaptar as suas compras. Assim, você não terá mais produtos vencendo e sendo descartados com frequência.

Essas ações também favorecem uma melhor experiência do cliente com um atendimento diferenciado e de qualidade, pois os produtos não permanecerão por muito tempo no estoque até serem vendidos. Além do mais, você terá certeza de que tem todos os item no freezer para oferecer aos consumidores.

Enfim, você pode notar que a organização de estoque contribui com a gestão financeira e o sucesso do negócio. O que acha de colocar as dicas em prática e observar esses benefícios?

Aproveite também para curtir a nossa página do Facebook e ficar por dentro de todas as novidades!

Escreva um comentário

Share This