CATEGORIAS:

Aumentar vendasGestãoOperaçãoProdutosSem Categoria

Você está satisfeito com o seu fornecedor de alimentos? Ele tem se posicionado como um parceiro estratégico para o seu negócio? Principalmente quando se trata do segmento de Food Service, todo o cuidado ainda é pouco na escolha do fornecedor.

Para que você tome uma decisão acertada, vamos apresentar 6 critérios que devem ser observados. Mas antes, vamos explicar qual é a importância de contar com um bom distribuidor de alimentos. Boa leitura!

A importância de um bom fornecedor de alimentos

Um bom fornecedor de alimentos deve estar sempre disponível para atendê-lo da melhor forma possível, com agilidade, e fornecendo produtos de qualidade a preço justo. De acordo com o Gerente Comercial Food Service, Fabiano dos Anjos, vários fatores precisam ser analisados antes de contratar um fornecedor de alimentos: “Deve ser observado um mix de atendimento, histórico da empresa, visibilidade da marca, preços e prazos de entrega”.

Isso quer dizer que um bom fornecedor de alimentos deve oferecer alguns diferenciais essenciais para o seu negócio e que vão além da qualidade do produto e da agilidade nas entregas.

Ele também precisa proporcionar atendimento personalizado e representar uma marca reconhecida pela tradição e boa reputação perante seus clientes. Vamos falar melhor sobre os itens a serem avaliados antes de escolher um bom fornecedor de alimentos.

1. Produtos de qualidade

A qualidade do produto oferecido em seu estabelecimento depende diretamente do fornecedor. Por isso, você deve contar com parceiros que prezem pela qualidade e segurança dos produtos.

O fornecedor deve ser transparente com relação à procedência da matéria-prima e precisa estar em dia com as agências de fiscalização. Por isso, a qualidade dos produtos é o primeiro item a ser avaliado em seu check list de fornecedores de alimentos.

2. Custo-benefício

Para o especialista no mercado de food service, Fabiano dos Anjos, “não adianta ter um bom produto se ele custa muito caro; por outro lado, não adianta ter um produto muito barato e não ter qualidade”.

Segundo o especialista, “o operador precisa encontrar um equilíbrio entre um produto bom e um preço justo”.

Ou seja, ambos os aspectos devem ser avaliados, já que tanto o preço quanto a qualidade são fatores decisivos para o negócio. Um produto muito caro pode reduzir as vendas, no entanto, se esse aumento de preço representar qualidade superior, esse fato pode aumentar as vendas.

Para que um fornecedor de alimentos consiga praticar preços competitivos sem perder qualidade, é preciso que ele tenha uma infraestrutura adequada para a produção. Ou seja, antes de contratar o fornecedor de alimentos, recomenda-se verificar como são os processos internos.

3. Infraestrutura

No mercado de Food Service, geralmente os produtos são perecíveis, o que exige cuidado redobrado.

Para ter certeza de que o fornecedor adota as melhores práticas relacionadas a alimentos, é recomendado solicitar uma visita à fábrica. Assim, é possível verificar as instalações, os equipamentos e as condições de higiene, assegurando que o processo é desenvolvido tendo em vista a preocupação com a qualidade do produto.

Além disso, ao conhecer os processos internos do fornecedor, você pode perceber se ele está preparado para atender à sua demanda.

4. Agilidade nas entregas

Alguns fornecedores só fazem entregas em alguns dias da semana, e isso pode não ser o ideal para o mercado de food service, diz Fabiano dos Anjos. Para ele, esse mercado precisa de entregas pontuais e de um fornecedor que cumpra com as encomendas dentro de um prazo de até 24 até 48 horas após o pedido.

“O cliente do food service é pequeno, de forma geral. Por isso, não trabalha com estoque, e sim no modelo just in time. Muitas vezes ele compra o produto para utilizar já no dia seguinte.” Ou seja, a agilidade nas entregas é um dos aspectos determinantes na escolha do fornecedor. 

Além da agilidade nas entregas, o relacionamento com o representante comercial deve ser o mais próximo possível. É preciso observar se o fornecedor de alimentos age como um parceiro do negócio, se preocupando não só com o pedido, mas também com a empresa como um todo. É sobre isso o próximo item.

5. Relacionamento personalizado

Para ter um relacionamento personalizado entre cliente e indústria, é preciso observar a grande diferença entre os papéis. “O consultor Forno de Minas não se preocupa com o pedido; ele se preocupa em fazer o cliente vender mais”, explica Fabiano dos Anjos.

Ou seja, é muito importante recorrer a um Consultor que acompanhe de perto a evolução e as necessidades do negócio. Esse profissional pode, por exemplo, oferecer sugestões de melhorias, como variações no mix de produtos, promoções, ideias de gestão de estoque e alterações no layout da estufa.

“O Consultor faz essa análise do negócio do operador para que ele o ajude a vender, pois se ele vender muito, ele compra mais”, diz Fabiano dos Anjos.

Poder contar com um Consultor que conhece o empreendimento de perto, que está sempre disposto a prestar o melhor atendimento e ainda a ajudar a aumentar as vendas facilita o dia a dia de qualquer negócio. Desenvolver um relacionamento de confiança com o fornecedor também ajuda na hora de acordar prazos e pagamentos.

6. Reputação do fornecedor

Para verificar a reputação de um fornecedor, é necessário averiguar, em primeiro lugar, se ele está em dia com a fiscalização e com toda a papelada relacionada a licenças, alvarás, entre outros documentos.

Também é preciso buscar marcas de procedência, que sejam reconhecidas pela tradição e reputação no mercado.

Para isso, é importante saber a opinião de outros clientes. Checar se eles estão satisfeitos e como foi a experiência com certo fornecedor é um passo importante antes de tomar a decisão final e evitar erros na escolha de seu parceiro.

Você percebeu que escolher esse parceiro não é uma decisão fácil. Então, não deixe de seguir as nossas dicas para encontrar o fornecedor de alimentos ideal para o seu negócio. Se ele não possui certos atributos, talvez seja o momento de pensar em trocar de fornecedor.

Agora que você entende melhor sobre o que o seu fornecedor de alimentos precisa ter, já pode entrar em contato com a gente e ver quais são as opções que oferecemos. Basta acessar a nossa página!

Escreva um comentário

Share This