CATEGORIAS:

Aumentar vendasGestãoOperaçãoProdutosSem Categoria
Categoria

Operação

Categoria

4 dicas para otimizar a logística de alimentos do seu negócio

Se tem um setor que é determinante para garantir a qualidade de tudo o que é servido nos restaurantes, lanchonetes e food services em geral esse setor é o de logística. É a logística a responsável por fazer o produto sair das mãos do fornecedor e chegar íntegro e em perfeitas condições ao restaurante. Ela é a responsável pelo processo de armazenamento e de estocagem de todos os produtos, fazendo com que eles permaneçam em perfeitas condições de uso e consumo. Ou seja, a logística de alimentos é uma área estratégica no empreendimento. Por esse motivo, ela merece toda a nossa atenção e cuidado! Qualquer falha no processo logístico pode comprometer todo o trabalho realizado na cozinha do estabelecimento, no fluxo de produtividade e, o mais grave, na satisfação do cliente. No post de hoje, vamos falar sobre a importância da logística de alimentos no mercado de alimentação. Você vai aprender a…

Como escolher a localização do meu estabelecimento?

Montar um negócio envolve diversos desafios, como definição dos produtos, preços, público-alvo, funcionários e muitos outros. E um dos fatores muito importantes para um negócio ser bem-sucedido é o local de atuação. Ou seja, de nada adianta ter o serviço mais bem desenhado se a localização do estabelecimento não for estratégica. A seguir, confira alguns fatores que devem influenciar na decisão de onde montar o seu negócio! 1. Defina o produto que será oferecido Pode parecer óbvio, mas esse passo pode influenciar todas as etapas seguintes. A localização depende muito do caráter do produto, ou do mix de produtos. Vamos a um exemplo prático. A localização estratégica para um posto de gasolina provavelmente é bastante distinta da localização de um cinema. Ter clareza dos produtos que serão vendidos é o que dá insumo para a definição do perfil do cliente, que é o próximo passo. 2. Saiba qual é o seu público-alvo No fim das contas,…

5 dicas infalíveis para empreender no seu food service

O mercado de alimentos e bebidas é um dos mais atrativos para quem deseja abrir um negócio próprio. Com barreiras de entrada e muita demanda, o futuro empreendedor vê a possibilidade de empreender no food service como a realização do sonho de independência e autonomia. Entretanto, empreender nesse mercado pode ser um desafio e tanto, sobretudo se você nunca trabalhou em serviços de alimentação. Modas passageiras, falta de planejamento e desconhecimento do comportamento do cliente estão entre as principais causas de insucesso dos empreendimentos. Se você quer saber como evitar esses problemas e caminhar seguro rumo ao sucesso, confira as 5 dicas que separamos e comece com o pé direito! 1. Estude tendências O mercado de alimentos e bebidas é muito dinâmico: sempre existem novos produtos e formatos despontando em algum lugar, e muitas vezes pode ser difícil para o empreendedor dar conta de tanta novidade. Aqui, o importante é…

Como fazer o armazenamento de alimentos corretamente?

Ao abrir um negócio no ramo de alimentos e bebidas, é natural que o foco da operação gire em torno dos processos de preparo dos pratos e de atendimento, a fim de entregar aos clientes a melhor experiência a um preço competitivo e sem desperdícios. Entretanto, prover uma experiência positiva começa muito antes de o prato chegar na mesa: na verdade, a preparação dessa experiência começa bem antes mesmo de o cliente entrar no seu estabelecimento, com os cuidados necessários para que o alimento ali oferecido seja seguro para consumo. E é justamente para garantir que o armazenamento de alimentos na sua cozinha seja feito de forma correta que preparamos esse conteúdo exclusivo. Aqui você vai entender a atuação dos órgãos fiscalizadores do governo e como você pode garantir que seus clientes tenham apenas impressões positivas acerca da sua casa. Acompanhe! A importância do armazenamento adequado dos alimentos Infelizmente, ainda…

Passo a passo: 6 dicas para montar sua cozinha profissional

O mercado de gastronomia vem passando por um processo de franca expansão no Brasil nos últimos anos. São programas de TV, revistas especializadas, blogs, perfis em redes sociais e toda uma estrutura de mídia dedicada a levar a um público cada vez maior chefs e cozinhas de todo o mundo. Instigados por essa notoriedade, um número cada vez maior de brasileiros tem procurado se aventurar profissionalmente pela indústria de alimentos e bebidas. Muitas vezes veem nesse mercado não apenas a profissionalização de um hobby, como também a possibilidade de concretizar o sonho do empreendedorismo e da independência profissional. Se você já atua nesse mercado ou quer entrar agora, mas não sabe como montar uma cozinha profissional, não se preocupe: este post foi feito para você. Aqui você vai conhecer os aspectos mais importantes a se levar em conta na hora de planejar a sua estrutura e como evitar surpresas indesejáveis. Confira! 1. Cozinha…

Como evitar desperdício de alimentos no food service?

Apesar de a fome ser um dos grandes males que assolam a sociedade moderna, o desperdício de alimentos permanece como um problema comum em grande parte das empresas do ramo alimentício. Além da comida que simplesmente não é consumida por quem a compra — o cliente —, o processo de produção muitas vezes não é otimizado, acarretando baixo aproveitamento dos insumos disponíveis em restaurantes, padarias, lanchonetes e buffets. Problemas com logística, transporte e armazenamento de insumos perecíveis também são comuns. Prevenir perdas por meio de planejamento estratégico ajuda a reduzir custos e torna a sua empresa mais sustentável. A primeira e mais importante medida é reforçar a cultura de aproveitamento de insumos com sua equipe e com seus clientes. Leia nosso artigo e aprenda a combater o desperdício de alimentos no food service. Por que evitar o desperdício de alimentos? Além do óbvio — alimento desperdiçado é dinheiro jogado no lixo —, preocupar-se com a perda…

Engenharia de cardápio: o que é e como aplicar em seu negócio?

Quantas vezes você já entrou em uma loja por causa de uma bela e chamativa vitrine? Agora, imagine uma loja sem qualquer produto exposto. Nada bom, não é mesmo? A vitrine é o cartão de visitas da loja, o chamariz para que as pessoas sintam-se seduzidas e atraídas a entrar e comprar. Agora, pense em seu restaurante ou lanchonete. Já parou para refletir sobre o que atrai a clientela e a motiva a fazer os pedidos? Em restaurantes e outros estabelecimentos do mercado de food service, o cardápio é a vitrine do negócio! É ele que aguça o paladar das pessoas, despertando o desejo em fazer o pedido. No post de hoje, vamos aprofundar nosso entendimento sobre o poder que o cardápio tem de atrair e convencer o cliente. Há técnicas e estratégias para elaborar o menu ideal, e a isso é dado o nome de engenharia de cardápios. Continue a leitura e entenda mais sobre o assunto!…

Fornecedores de alimentos: saiba o que levar em conta para escolher

Para quem atua no ramo de food service, a tarefa de escolher os seus fornecedores de alimentos não é fácil. No setor alimentício essa decisão deve ser tomada com muito cuidado, pois impactará diretamente o resultado da empresa. Assim, é importante saber que contar com os fornecedores certos pode ser um diferencial para o seu negócio. De acordo com o Gerente de Food Service e Televendas, Fabiano Soares, vários aspectos devem ser avaliados na escolha de um fornecedor de alimentos. “É preciso casar um bom produto, um alimento com garantia de segurança alimentar, uma entrega dentro dos padrões, e uma boa prestação de serviços, por exemplo. São quatro os itens mais relevantes”. Confira este post e descubra mais sobre o que deve ser considerado na hora de escolher o seu fornecedor de alimentos. Boa leitura!  Custo-benefício Quando falamos em custo-benefício, logo vem à mente um produto que tenha boa qualidade e…

Como controlar as vendas de cartões de crédito e débito

No dia a dia de restaurantes e lanchonetes, recebemos clientes de perfis variados: os que preferem pagar à vista em dinheiro, os que optam pelo débito automático e os que recorrem ao cartão de crédito. Diante dessa diversidade de recebimentos, é essencial controlar as vendas minuciosamente para manter o equilíbrio do estabelecimento. No post de hoje, vamos ajudar você a encontrar a melhor maneira de controlar as vendas que são pagas com cartão de crédito e débito fazendo do seu negócio um ótimo exemplo de empreendedorismo. Acompanhe o post até o final! Os desafios do dia a dia de quem trabalha com cartão   Os gestores que trabalham com cartão de débito e de crédito costumam vivenciar alguns desafios e questionamentos: qual valor a operadora do cartão vai repassar hoje? as taxas cobradas por ela são as melhores do mercado? quanto, de fato, estão me custando as operações no cartão? Hoje, a grande…