CATEGORIAS:

Aumentar vendasGestãoOperaçãoProdutosSem Categoria

As perspectivas do setor alimentício para os próximos anos não poderiam ser mais favoráveis. Afinal, esse é um dos ramos que mais registram crescimento no índice de faturamento, em função, sobretudo, das mudanças nos hábitos alimentares do consumidor brasileiro. 

Se você é uma dessas pessoas que esperam faturar com o setor de alimentos, saiba que é preciso planejar alguns aspectos antes de começar a vender seus lanches. E não importa qual consumidor você pretende atrair. De veganos a fanáticos por fast food, você deve contar com bons equipamentos para lanchonete, essenciais para ofertar um produto com qualidade superior.

Neste post, você vai entender como montar uma lanchonete, saber quais cuidados são necessários e ainda conferir a relação de itens essenciais. Continue a leitura!

Quais são os cuidados necessários com o ambiente da lanchonete?

Mesmo sendo muito atrativo, em função da alta rentabilidade, não podemos nos esquecer de que o ramo alimentício é muito competitivo. Diante disso, é preciso oferecer ao cliente, além de excelentes produtos, um ambiente agradável e aconchegante, que convide o consumidor a permanecer mais tempo no estabelecimento.

Para conseguir isso, um ponto muito importante é a higienização da loja. Como todo gestor sabe, a experiência do cliente pode se tornar muito negativa se algum indício de falta de limpeza for notado. Por isso, é fundamental planejar bem a cozinha e a disposição dos equipamentos, para que a manutenção seja feita constantemente e de forma prática. 

Se o ambiente for pequeno, é importante dimensionar bem os equipamentos, para evitar que eles fiquem no meio do caminho. Ou seja, o layout da cozinha deve ser pensado com antecedência, para garantir que a produção e a manipulação dos alimentos ocorra de forma eficiente. Para evitar erros, é indicado, inclusive, procurar a ajuda de especialistas, como arquitetos focados no segmento alimentício. 

Também é preciso garantir a gestão eficiente dos estoques, sempre com atenção aos produtos que exigem condições diferenciadas de acondicionamento. Para facilitar, muitos proprietários de lanchonetes têm optado por adquirir produtos congelados de boa procedência. Assim, fica mais fácil armazenar os itens, principalmente se for possível contar com a assessoria e orientação do fornecedor. 

Quais são as recomendações da ANVISA para lanchonete?

De acordo com o Manual de boas práticas para serviços de alimentação da Anvisa, algumas atitudes devem ser tomadas para garantir um ambiente limpo e higiênico. 

O piso, o teto e as paredes não podem ter rachaduras, goteiras, infiltrações e mofo. As janelas devem ser protegidas por telas, para evitar a entrada de insetos e outros animais. Para que não ocorra o acúmulo de micro-organismos, a limpeza deve ser feita todos os dias ao final das atividades, mas lembre-se de que os produtos de limpeza não devem ser guardados no mesmo ambiente que os alimentos.

Não se deve levar hábitos e utensílios do ambiente doméstico para o local de trabalho. A esponja comum, com as faces em verde e amarelo, por exemplo, não pode ser utilizada nas cozinhas profissionais. Os panos de prato também são proibidos, e devem ser substituídos pelos dupla-face. A vassoura é outro item que deve ser eliminado. O correto é adotar o kit MOP, que não levanta poeira.

Em relação aos equipamentos, o cuidado especial deve ser com a regulagem das temperaturas. Os alimentos quentes devem ser armazenados sempre acima de 60ºC e os alimentos frios abaixo de 5ºC.

Mas, para que essas normas sejam cumpridas por toda a equipe, é fundamental treinar os funcionários da sua lanchonete. Assim, você garante o alinhamento de todos os colaboradores e evita perdas de produtos e problemas com a fiscalização.

Quais são os equipamentos essenciais?

Para que você não se esqueça de nenhum equipamento indispensável na hora de montar a sua lanchonete, confira a lista completa:

  • freezer horizontal;
  • geladeira;
  • fritadeira elétrica industrial;
  • forno industrial a gás;
  • liquidificador;
  • micro-ondas;
  • utensílios de cozinha;
  • balcão expositor refrigerado;
  • chapa sanduicheira a gás com prensa;
  • espremedor de suco;
  • gaveta para dinheiro com pino de abertura;
  • coifas;
  • balanças;
  • vitrines quentes;
  • fornos combinados;
  • móveis em geral;
  • estantes;
  • pias de inox.

Na hora de comprar esses equipamentos, é necessário fazer orçamentos e colocar na ponta do lápis os preços para avaliar o custo-benefício de cada um. Além disso, por mais que o desejo de economizar seja grande, não é recomendável comprar certos maquinários seminovos. Ainda que o investimento seja maior, os equipamentos novos oferecem a vantagem da garantia, têm vida útil maior e conferem maior segurança ao negócio.

Outras orientações sobre os equipamentos para lanchonete

Antes de adquirir o maquinário e montar a infraestrutura do estabelecimento, é preciso ter atenção a alguns aspectos importantes. 

Dê preferência a equipamentos com acabamento em aço inox, para evitar o acúmulo de bactérias e facilitar a higienização. Utensílios em madeira não são permitidos, sequer para decoração, pois os sulcos desse material retêm micro-organismos, que facilitam a contaminação.

Em relação ao freezer, é necessário contar com mais de um equipamento. Isso porque certos alimentos, como peixes, não podem ser armazenados com outros produtos.

Quanto é preciso investir?

Não é fácil determinar qual valor inicial é necessário para montar uma lanchonete, pois isso depende do porte do empreendimento, da estrutura do ponto e do tipo de mobiliário e equipamento que você deseja adquirir. Entretanto, a estimativa é que seja necessário em torno de R$ 40 mil reais. Se a lanchonete for mais simples, o investimento pode ser de aproximadamente R$ 20 mil reais.

A boa notícia é que, por ser um segmento rentável, o retorno do investimento costuma ser bem rápido. Mas é preciso buscar orçamentos e avaliar bem a proposta dos fornecedores antes de comprar os equipamentos e fechar parcerias.

Agora, você já sabe o que é preciso para montar a sua lanchonete e conhece algumas das regras necessárias para garantir a higiene do local. Além disso, tem em mãos a lista de equipamentos essenciais, o que vai facilitar o início do seu sucesso como gestor de lanchonete! 

Este texto sobre equipamentos para lanchonete foi útil para você? Então, aproveite a visita ao blog e assine a nossa newsletter. Assim, você recebe as nossas atualizações diretamente em sua caixa de entrada!

Escreva um comentário

Share This