CATEGORIAS:

Aumentar vendasGestãoOperaçãoProdutosSem Categoria

O setor financeiro exerce um papel fundamental em qualquer tipo de empresa no Brasil e no mundo. As suas ações e responsabilidades afetam o estabelecimento como um todo, por isso, é muito importante garantir que ele seja bastante eficiente. Entre os diversos assuntos que o setor financeiro controla, a gestão de custos merece uma atenção especial.

Quando bem-feita, ela proporciona o crescimento e a sustentabilidade do negócio, por outro lado, quando ela é ineficiente, causa prejuízos e outras consequências graves. Sendo assim, é essencial conhecer mais a fundo a questão, para que algumas providências sejam devidamente tomadas.

Neste artigo, vamos mostrar por que fazer uma boa gestão de custos e como torná-la mais eficaz em sua empresa. Acompanhe!

Por que fazer a gestão de custos é tão importante?

A gestão de custos é um dos pilares de uma boa administração financeira. Uma empresa que se atenta a essa questão consegue vantagem competitiva frente aos concorrentes e, com isso, garante mais chances de sucesso. Separamos alguns bons motivos para exemplificar melhor. Confira!

Redução de custos

Uma administração eficaz encontra pontos de melhorias nos processos de forma a proporcionar uma redução significativa nos custos do negócio. Ao explorar a composição dos custos de produção, essa prática ajuda a entender onde ficam os gargalos e a encontrar alternativas que proporcionem melhor custo-benefício.

Melhoria na qualidade

Uma gestão de custos bem-feita garante a redução de despesas e outros gastos sem afetar na qualidades do que é entregue aos clientes. Por meio de análises internas e externas, ela possibilita melhoria contínua sem que isso aumente os preços finais. Assim, ela contribui para processo evolutivo do negócio, mantendo-o sustentável.

Maior competitividade

A concorrência tem estado cada vez mais acirrada e, diante disso, qualquer detalhe pode ser crucial para conseguir um destaque. Isso significa que alguns fatores como preço e qualidade se tornaram mais difíceis de oferecem diferenciação. Sem uma gestão de custos eficaz, fica praticamente impossível concorrer em preço mantendo um alto nível de qualidade e vice-versa.

Maximização da margem de lucro

A margem de lucro está diretamente relacionada aos custos envolvidos desde a compra da matéria-prima até a entrega final ao cliente. Ao longo de todo o processo, são diversos pontos de intervenção que ajudam a identificar gastos desnecessários e, com isso, eliminar o que estava consumindo a margem de lucro do negócio.

Como fazer uma gestão de custos eficiente?

Agora que já entendemos um pouco mais sobre os benefícios que uma boa gestão de custos proporciona para uma empresa, vamos falar sobre quais práticas podem ser adotadas para promover esses resultados no seu estabelecimento.

Entenda a situação atual da empresa

O primeiro passo para garantir uma gestão eficiente de custos é conhecer o cenário real da empresa. Isso é fundamental para entender as circunstâncias e, principalmente, a gravidade da situação na qual ela se encontra. A partir daí devem ser determinadas as questões mais relevantes para a priorização das ações.

Nessa fase, é essencial fazer um levantamento mais detalhado das transações financeiras, bem como dos processos de produção. O foco deve ser o entendimento das etapas, de forma a permitir a identificação dos pontos a serem mantidos, aprimorados ou eliminados.

Melhore a gestão de estoque

Um dos problemas mais comuns que geram a ineficiência de uma empresa é a má gestão do estoque. Ter mais produtos armazenados do que o necessário gera uma série de custos secundários que afetam o resultado final do negócio. Para estabelecimentos do setor alimentício, isso é ainda mais grave.

Afinal, os alimentos têm uma data de validade que precisa ser respeitada e, em caso de revenda, a questão se torna mais séria, pois o cliente precisa ter uma margem de prazo. O desperdício de comida, além de antiético, gera prejuízos consideráveis.

Otimize processos

Os processos devem ser mantidos em constante melhoria. A medida que as mudanças vão surgindo no mercado, a empresa precisa acompanhá-las para garantir bons resultados. Um processo que roda em perfeita harmonia hoje pode se tornar obsoleto daqui a poucos meses, diante das evoluções do mercado.

No primeiro momento, muitas alterações serão facilmente identificadas. Contudo, conforme a rotina de aprimoramento vai se estabelecendo no negócio, será preciso ter mais atenção para encontrar os pequenos detalhes que poderão ser cruciais nessa jornada.

Treine a sua equipe

Como já mencionamos, o mercado está com constante mudança. A cada dia surge uma nova tecnologia ou uma alteração em uma metodologia entre diversas outras coisas que exercem influência na rotina de uma empresa. Diante disso, o conhecimento das pessoas começa a ficar defasado e isso gera improdutividade.

Portanto, ofereça treinamentos constantes para seus funcionários. Isso faz com que eles se mantenham atualizados quanto às boas práticas, aprimorando suas técnicas e, consequentemente aumentando sua eficiência. Adicionalmente, você terá uma equipe mais motivada e satisfeita.

Escolha bons fornecedores

Por fim, é fundamental se atentar à escolha do fornecedor, afinal ele pode se tornar um importante parceiro do seu negócio ou ser uma verdadeira pedra em seu sapato. O primeiro ponto de atenção é entender um pouco mais sobre a empresa e não apenas sobre o que ela está oferecendo.

Logo, além da parte técnica, a avaliação deve abordar questões como:

  • confiabilidade;
  • valores (se eles são compatíveis com os seus);
  • atendimento;
  • disponibilidade;
  • pontualidade.

Além da seleção mais criteriosa, é importante estabelecer uma comunicação eficiente e agradável. Isso contribui para um entendimento mútuo maior e evita uma série de conflitos que podem causar problemas ainda maiores.

Enfim, a gestão de custos de uma empresa passa por diversas questões que devem ser tratadas com máximo cuidado e atenção. Aplicando as dicas que demos neste artigo, você perceberá uma mudança significativa nos resultados do negócio. Consequentemente, o estabelecimento crescerá de forma sustentável, se destacando no mercado frente aos principais concorrentes.

O que achou deste texto, ele foi útil para você? Se quiser aprofundar um pouco mais nesse assunto, temos um outro conteúdo bastante interessante e que vai ajudar você neste momento. Confira 6 itens que o seu fornecedor de alimentos precisa oferecer.

Escreva um comentário

Share This