CATEGORIAS:

Aumentar vendasGestãoOperaçãoProdutosSem Categoria

Cada vez mais a população tem uma vida mais agitada, o que transformou os hábitos de consumo alimentar. As pessoas passam menos tempo preparando as refeições e procuram alimentos fora de casa. Seguindo essa tendência, o mercado de food service apresentou um crescimento médio de 14% nos últimos 10 anos. Só em 2016 o faturamento alcançou R$ 154 bilhões no país, um índice 7,1% maior em comparação ao ano anterior.

Como essa mudança no perfil do consumidor influenciará o mercado? Quais são as principais tendências para os próximos anos? É sobre isso que trataremos a seguir!

Mercado de food service: entenda este cenário

Diante de uma crise econômica, é preciso cortar gastos dentro e fora de casa, e muitos setores são afetados. Seguindo esse caminho, algumas pessoas mudaram um pouco as suas refeições, adotando o uso de marmitas com mais frequência ou reduzindo o número de itens comprados nas lanchonetes. Porém, mesmo com a volatilidade, o mercado de food service consegue se manter.

Se uma lanchonete servia 200 refeições por dia, com a crise pode acabar diminuindo para 150. Mas ela se mantém preparada para atender os consumidores e esperar a situação econômica melhorar. Alguns clientes ainda conseguem manter o seu padrão de compra, porque dão preferência a manter os gastos com lazer e experiências gastronômicas, por exemplo.

Sendo assim, esse é um mercado com tendência promissora, principalmente em regiões de expansão demográfica. Os jovens também estão decidindo ter filhos mais tarde, o que aumenta as possibilidades deles utilizarem os recursos financeiros com refeições fora de casa.

Logo, o cenário para o mercado de food service depende do contexto nacional, mas também da localização em que o estabelecimento está instalado, do perfil do seu público consumidor e da capacidade de inovar para atrair novos clientes.

Perfil do consumidor: hábitos de compra

Em alguns bairros com maior concentração de indústrias ainda é comum o cidadão se alimentar bem para dar conta do seu trabalho. Já em localizações com escritórios e comércios, o consumidor tem uma tendência a consumir produtos variados e experimentar novidades.

Sendo assim, o hábito de compra pode variar dependendo do perfil econômico, estilo de vida e de trabalho. Muitos já estão se voltando para uma linha saudável e buscam produtos funcionais ou gourmet. Um pão de queijo fit, por exemplo, não era comum há alguns anos. Hoje, é uma forte tendência para atender o público com intolerâncias alimentares ou as pessoas que querem cuidar mais do próprio corpo.

Esse é um mercado em constante evolução e o gestor de um café, lanchonete ou padaria precisa ficar atento a essas mudanças. Caso perceba a tendência em consumir um novo produto, pode avaliar a possibilidade de testá-lo aos poucos no estabelecimento para verificar a aceitação.

Tendências: o que esperar para o mercado de food service

É possível perceber que aos poucos as mudanças estão acontecendo no mercado de alimentação. Sejam elas em relação à apresentação dos produtos ou à maneira em que os pedidos são feitos. Confira as principais tendências para os próximos anos.

Tecnologia

A tecnologia está começando a fazer parte desse mercado de alimentação. Certos estabelecimentos já usam, por exemplo, cardápio eletrônico, ainda que de forma mais tímida que no mercado internacional.

No Brasil, o método mais utilizado ainda é retirar o pedido no papel, repassar os itens solicitados para a equipe da cozinha e aguardar o produto para entregá-lo na mesa do consumidor. Porém, algumas lanchonetes já começaram a disponibilizar tablets nas mesas, para o cliente poder fazer o pedido ou apenas visualizar o cardápio.

Há também os casos em que os funcionários do estabelecimento fazem o pedido pelo celular. A vantagem dessa prática é que a solicitação chega mais rápido na cozinha e assim, o produto logo fica pronto para ser entregue ao cliente. Essa é uma prática com tendência a se consolidar no mercado brasileiro.

Refeições personalizadas

Muitas vezes o cliente não procura apenas por um lanche saboroso. Ele também gosta de frequentar um estabelecimento que oferece uma boa apresentação do produto e a possibilidade de substituir alguns itens. Nesse sentido, as refeições personalizadas vão ganhando cada vez mais espaço.

O cliente pode optar por inserir um recheio no pão de queijo, por exemplo, adicionando queijo ou creme de chocolate. Ele também pode escolher o acompanhamento para um waffle, com produtos como geleia de frutas vermelhas, mel, leite condensado ou sorvete.

O estabelecimento também pode usar a criatividade para oferecer uma refeição completa ao cliente na hora do almoço, com salada e uma quiche. Já uma opção para o happy hour é oferecer palitos de queijo com o acompanhamento de um molho de azeitona ou sardenha.

Essas pequenas variações no cardápio e opções de escolha são tendência no mercado e estão conquistando muitos clientes. Cabe a cada gestor identificar as opções que podem ser oferecidas no estabelecimento e criar um cardápio atrativo para os seus consumidores.

Alimentação saudável

Os produtos fit estão em alta no mercado, pois atendem a pessoas com intolerâncias alimentares, vegetarianos e também quem se preocupa com a saúde de um modo geral.

Sendo assim, investir em lanches diferenciados também pode contribuir com o crescimento de um estabelecimento de food service. Essa também é uma excelente forma de fidelizar os clientes, já que não são todos os empreendimentos que se preocupam em oferecer tais opções.

Comida para levar

Com a correria do dia a dia, os consumidores estão procurando cada vez mais praticidade na hora de atender às suas necessidades. Por isso, muitos estabelecimentos já estão criando aplicativos ou disponibilizando produtos em sistemas de delivery para oferecer a opção de entrega dos lanches aos clientes. Isso evita que eles precisem sair do escritório para fazer uma refeição.

Há ainda os estabelecimentos que começaram a prática americana de take away. O cliente faz o pedido na lanchonete e pega o produto para comer no caminho, dentro do carro ou do ônibus.

Apesar do cenário atual, é possível perceber que o mercado de food service tem oportunidades de crescimento. Basta acompanhar as tendências e oferecer produtos diferenciados e de qualidade.

Gostou deste artigo e quer saber mais sobre gestão de negócio e tendências na alimentação? Assine a nossa newsletter e receba mais conteúdos em seu e-mail!

Escreva um comentário

Share This